Monday, December 05, 2011

Workshop de receitas Vegan Miss Saigon


Se estivessem 5 minutos à conversa com a minha amiga MJ, que frequentemente me dá as dicas de naturopatia que publico aqui no blog, ela podia dar-vos uma série de exemplos caricatos de pessoas que não fazem a mínima ideia do que é ser-se vegetariano, que acham que são vegetarianas porque não comem carne de vaca, mas comem frango, ou peixe.


Eu acho que as pessoas devem comer aquilo que lhes apetecer, desde que, escolham sempre, mas sempre com consciência. E assim, passo a fazer a minha pequena contribuição para esclarecer este tema:


Vegetarianismo – os vegetarianos excluem do seu regime alimentar o consumo de carne vermelha, branca, peixe, moluscos e crustáceos (ovo-lacto-vegetarianos), podendo excluir também os ovos (lacto-vegetarianos) ou os lacticínios e derivados (ovo-vegetarianos)

Veganismo – os veganos excluem das suas escolhas diárias, alimentares ou não, produtos de origem animal ou testados em animais ou que envolvam qualquer tipo de exploração animal; em termos de alimentação estamos a falar de pessoas que não consomem nenhum tipo de carne, ovos, lacticínios e derivados, nem mel; todas as actividades que também promovam a exploração dos animais (como a pesca, a caça, a tourada, o circo, etc) são também boicotadas.

Parece que há cada vez mais pessoas a aderir, quanto mais não seja, à parte alimentar deste estilo de vida. É o que diz este artigo do Sydney Morning Herald, que enumera uma série de “pessoas famosas” que são agora vegans. Falei-vos da Emerson Bethany Fry da Emersonmade no meu post anterior, e um dos restaurantes preferidos dela é o Pure Food and Wine, em NY, onde só se servem refeições vegan e “raw”, e que é também referido nesse artigo.



Eu não sou vegan nem vegetariana, mas vou frequentemente almoçar ao que é, na minha opinião, o melhor restaurante vegetariano de Lisboa: o Miss Saigon. E mais recentemente inscrevi-me num workshop totalmente dedicado a receitas Vegan. Fizemos 1 sobremesa e 3 pratos principais, cada um utilizando os substitutos mais conhecidos da proteína animal:

- Medalhões de seitan com molho Gravy e cogumelos

- Almôndegas de soja com frutos secos

- Tofu salteado no açafrão com arroz de coco, cardamomo, cravinho e molho branco de pistáchio e romã



A primeira vez que fui ao Miss Saigon foi a Sanda do blog Little upside-down cake que me levou lá. A partir desse dia fiquei totalmente fã. A Cláudia, dona e Chef do restaurante, inspira-se nas receitas do dia-a-dia de várias nacionalidades e adapta-as aos regimes vegetarianos e/ou vegans. Já comi spaghetti puttanesca com tofu, estufado irlandês de seitan, pasteis de mandioca a saber a pasteis de bacalhau, briouats de soja, espetadas de tofu vietnamitas, enfim, um sem número de especialidades de todo o mundo, todas muito bem condimentadas, estudadas e elaboradas de modo a satisfazer qualquer apetite, vegetariano ou não. A experimentar sem dúvida!

Pin It Now!

4 comments:

  1. Eu confeço que tb criava um pouco de confusão sobre o vegan e o vegetariano.. mas conheci um rapariga realmente Vegan e que me explicou toda a essencia.. Admiro muito as pessoas que o são, apesar de não ser adoro experientar novos saboros e posso dizer que essa tal amiga me levou a comer uns muffins de morango que até hoje "choro por mais". Adorei o teu post e o restaurante da Miss tb sou fan.

    beijos

    ReplyDelete
  2. Como é que só agora é que vi este post?!?! Muito bom Di! Gostei muito.

    ReplyDelete
  3. Marmita, pode ser que um dia nos encontremos por lá!

    Ainda bem que gostaram da informação! Gosto muito de ter o vosso feedback :)

    ReplyDelete
  4. Gostei deste artigo , é bom ver o meu estilo de vida a ser divulgado :p
    Também desconhecia esse restaurante , ainda bem que fazem cursos de cozinha , gostava de expandir os meus horizontes culinários !

    ReplyDelete