Thursday, November 27, 2014

Thanksgiving




Nem sei bem o que dizer. Ja passou tanto tempo e tantas coisas desde o ultimo post. Ja pensei em acabar com o blog porque ja nao fazia sentido. Nao sei se vai fazer de novo. Mas enquanto me decido sinto que tenho imenso a agradecer. Primeiro a todas as pessoas que de uma maneira ou de outra contribuíram para poder fazer este voluntariado. E a todos os meus amigos que fizeram donativos ou compraram fotos estou ainda mais agradecida. Mas a verdade e que no geral estou grata por tudo o que aconteceu neste ano. Acho que nunca fui tao feliz! E estes últimos meses foram sem duvida muito, mesmo muito especiais. Estou a menos de três semanas de voltar a casa e ja sinto saudades de tudo. De fazer este caminho poeirento a caminho do trabalho, de fazer compras na mercearia da Gilda, de apanhar o autocarro ate Barranco ou Miraflores, de acordar com a campainha insuportável do homem do lixo, das minhas corridas junto ao mar, das aulas de yoga aos domingos de manha, e claro de todas as pessoas que conheci. Dos abraços apertados da Lucy, das empanadas da Carmen, das palavras sabias da Laura, dos sorrisos de todas as mulheres com quem convivi diariamente. Uma estadia tao maravilhosa so poderia terminar da melhor maneira possível: com uma visita a Machu Picchu. Não se esqueçam de passar pelo Pacific Diary para verem mais fotos!


***

I don't even know where to start. So many things happened since the last time I posted something here. I thought about ending this blog because it just stopped making sense. I don't even know if it will ever make sense again. But while I make up my mind I just feel like I have a lot to thank for. First, to all the people that in a way or another helped me do this volunteer work. And to all my friends that contributed with donations and bought my photos online, I'm even more grateful. Well, truth be told I'm grateful for everything that's happened this year. I think I've never been happier! And these last months were really really special. In less than three  weeks I return home and I already miss everything. I miss walking this dusty road to work, I miss doing my groceries shopping at Gilda's store, I miss catching the bus to Barranco and Miraflores, of waking up with the sound of the garbage man passing by our street, I miss my runs along the ocean, the sunday morning yoga classes, and of course, I miss all the people that I've met. I miss Lucy's strong hugs, Carmen's empanadas, Laura's wise words, and the smiles of all the ladies with whom I've spent most of these days. Such  beautiful days that I've spent here could only end in the best way possible: with a trip to Machu Picchu. Don't forget to visit Pacific Diary to see more photos!

The view from our roof terrace





Our street
Sunset in Pacifico




Ajis (hot peppers or chillis) are a very important in the Peruvian gastronomy

Quinoa salad at the restaurant La Plazita, in Miraflores


Street in Barranco

Building in Barranco
San Bartolo, a surf village south of Lima

Fruit stand at San Bartolo market

Sunset at San Bartolo

Training classes in Krochet Kids Peru focus on personal development and social skills

It is also a time where the ladies learn more about themselves, their aspirations and values

The way to Silvana's house in San Jose, Chorrillos

The view from Silvana's house. 

View over Chorrillos.

Silvana's kids, Frank, Jack and Marcos.

Silvana's arroz con pollo.
One big bottle of beer and just one glass are passed in a circle to everyone: that's how we drink in our neighborhood!

Barranco, near the ocean

Street art in Barranco

Street art in Barranco


Pin It Now!

13 comments:

  1. Que grande aventura Diana! Ja' mudou para sempre a tua existencia ;-)
    Beijinhos

    ReplyDelete
  2. wow, estou boquiaberta. E feliz por estares feliz. Nem que venhas aqui uma vez por ano partilhar o que se passou :)

    Até breve!

    ReplyDelete
  3. Sejam muitas vezes ou poucas, sempre que passas aqui deixas a quem te lê vontade de voltar sempre. Por isso, já sabes que fechar o blogue é coisa que não interessa nada.
    Este post é mesmo "tchan"! Fotografias fabulosas. :)

    ReplyDelete
  4. Impressionante, Diana. Que contrastes incríveis e que experiência tão profunda e marcante. Imagino que uma pessoa que passe por isso deve relativizar tanta coisa. Cheia de vontade de ouvir as tuas histórias!

    ReplyDelete
  5. Que bonito, Diana! Não acabes com "isto" nunca!

    ReplyDelete
  6. Feliz por ler as tuas palavras de novo Diana! Radiante por ouvir-te falar de felicidade e acima de tudo, grata, por a teres partilhado connosco. Tal como estás a dar um bocadinho de ti todos os dias no voluntariado, este blog também precisa de ti, e nós também da tua inspiração e do contraste tão bonito das tuas fotos. Agora está na hora de inspirares outros a seguir as tuas pisadas. Estamos todos curiosos, no fundo, queremos também todos dar essa salto de fé, ganhar coragem e partir pelo mundo ... É por isso que te continuo a ler (mesmo quando só nos dás silêncio).. A tua história é a minha inspiração

    ReplyDelete
  7. Gosto muito deste blog, dos textos, das imagens. Viajo um pouco também. Hoje, espantou-me a falta de verde, tudo tão árido. Mas a alegria, que é visível nos rostos e sentida nas palavras deixa sinais de esperança.
    Sempre muito boas fotografias.

    ReplyDelete
  8. as fotografias estão espectaculares e deve ter sido uma aventura única mesmo. E não acabes com o blogue :) *

    ReplyDelete
  9. Parabéns pelo seu trabalho, fantástico blog.

    ReplyDelete
  10. Regressa a este cantinho!! <3 Vá lá, temos saudades.

    ReplyDelete