Friday, December 31, 2010

Biscotti - A última receita de 2010


Sem nenhum motivo em especial, termino o ano com uma receita de biscotti di prato, cantuccini ou cantucci, como quiserem chamar. Há alguma "controvérsia" quanto a como chamar estes biscoitos, mas para mim é igual, adoro-os qualquer que seja o verdadeiro nome deles. Não dava nada por biscotti até há 3 anos atrás. Pareciam-me os biscoitos mais desinteressantes de sempre, pouco doces e a fazerem-me lembrar mini bruschettas. Felizmente que o gosto das pessoas evolui e agora são dos meus biscoitos preferidos. O "pouco doces" agora é um ponto a favor, são super estaladiços e nada enjoativos.


Tradicionalmente levam amendoas, mas também se podem fazer com pistachios, chocolate, aromatizados com laranja, baunilha, canela ou gengibre. A primeira vez que experimentei fazer biscotti não correu muito bem. A quantidade de farinha prevista na receita não estava certa e o resultado foi desastraso... desde aí que nunca mais tentei.


Até esta semana. Inspirada pelos maravilhosos biscotti que recebi de presente de natal da Sanda do blog Little upside-down Cake, achei que devia tentar a minha sorte de novo, desta vez com uma receita diferente.


Biscotti de baunilha e amêndoa

2 chávenas de farinha sem fermento
1 c.chá de bicarbonato de sódio
1 c.chá de sal (eu usei sal marinho)
6 c.sopa de manteiga sem sal, à temperatura ambiente
1 chávena de açúcar
2 ovos
1 c.chá de extracto de baunilha
1 chávena de amêndoas laminadas

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela misture a farinha, o bicarbonato e o sal. Numa tigela bata a manteiga com o açúcar até ficar uma massa fofa e leve. Junte os ovos e bata bem. Adicione a baunilha, seguida dos ingredientes secos e mexa bem. Por fim misture as amêndoas. Num tabuleiro polvilhado com farinha, molde dois rolos com mais ou menos 4cm de largura e afastados cerca de 10cm um do outro. Achate-os ligeiramente com a ajuda das mãos e leve ao forno durante 30-35 minutos. Retire do forno e espere 5 minutos. Com uma faca de serrilha, corte os rolos em fatias, na diagonal. Disponha as fatias no mesmo tabuleiro e leve novamente ao forno durante 10 minutos. Retire do forno e deixe arrefecer completamente.
Pin It Now!

Sunday, December 19, 2010

Cogumelos Portobello recheados com ricotta e presunto


Cogumelos e sálvia novamente. Recheio de ricotta, presunto… é um lugar-comum, eu sei. Mas é saboroso, fácil e com produtos sazonais. Facilmente se troca o presunto por bacon ou pancettta. Ou omite-se, para uma versão vegetariana. Também dá para trocar a sálvia por alecrim ou tomilho.


Cogumelos Portobello recheados com ricotta e presunto

6 cogumelos Portobello
6 dentes de alho
6 fatias de presunto
1 embalagem de queijo ricotta
Folhas de sálvia, azeite, sal e pimenta

Pré-aqueça o forno a 210ºC. Com a ajuda de um pincel ou escova de vegetais, escove bem os cogumelos e coloque-os num tabuleiro ou num recipiente apropriado para levar ao forno. Junte os dentes de alho esmagados, um fio de azeite, sal e pimenta. Leve ao forno durante 10 minutos. Retire do forno e coloque o queijo ricotta por cima dos cogumelos, desfie o presunto por cima da ricotta e junte umas folhas de sálvia fresca. Leve tudo ao forno novamente durante mais 10 minutos.

Pin It Now!

Monday, December 06, 2010

Há coisas pelas quais vale mesmo a pena esperar...


Eu diria que a maioria das pessoas, quando lhes apetece chocolate chip cookies, vai a um supermercado e compra um dos inúmeros pacotes que existem actualmente no mercado, sejam eles clássicos, só com pepitas, ou todos de chocolate com pepitas de chocolate, com avelãs e pepitas de chocolate, ou qualquer outra combinação que neste momento possa não estar a passar pela minha cabeça. Depois há aquelas pessoas que adoram cozinhar e que, se estão com tempo e paciência, ao fim-de-semana por exemplo, vão ao supermercado, compram os ingredientes e fazem uma bela fornada de biscoitos caseiros. Por último, há quem não tenha nada para fazer numa quinta-feira noite e esteja cheia de vontade de comer chocolate chip cookies, vá ao supermercado, não para comprar um pacote, mas sim os ingredientes, faça uma tigela cheia de massa e em vez de os por logo no forno, decida testar se é mesmo verdade que esta massa em particular faz melhores biscoitos passadas 36h da altura em que é feita. Digo-vos já que é uma situação arriscada, principalmente porque passadas 36h pode já não estar a apetecer tanto comer biscoitos de chocolate. Ou pior… apetece comê-los todos! Mas deixem-me contar o que está por trás desta experiência.

Há algum tempo atrás, através do blog Orangette, li um artigo do NYTimes sobre chocolate chip cookies, mais precisamente em como fazer o chocolate chip cookie perfeito. Ao que parece não é só uma boa receita que faz o biscoito perfeito. A primeira revelação que fazem é sobre o tempo que a massa repousa antes de ir para o forno. Durante este tempo, que pode ir de 12h a 36h, o objectivo é que a massa consiga absorver todo o líquido existente, neste caso proveniente dos ovos, ficando mais firme e seca, resultando assim não só numa melhor textura quando levada ao forno, mas também num sabor mais intenso.

O tamanho do biscoito também tem um papel importante. O que se pretende num clássico chocolate chip cookie é que toda a parte exterior esteja crunchy, que o centro esteja chewy e que entre os dois haja um misto das duas texturas. Para tal, o biscoito tem que ter pelo menos uns 10cm de diâmetro. Nesta receita eu utilizei como medida standard uma colher de gelado cheia de massa. À medida que os biscoitos vão cozendo no forno, a massa vai se espalhando, formando uns discos com cerca de 10 ou 12 cm (é muito importante que deixem bastante espaço entre os biscoitos).

Depois temos o chocolate. Mas aqui acho que se deve deixar um pouco ao critério de cada um. Uns mais acessíveis que outros, em pepita ou em barra para picar, com mais ou menos percentagem de cacau, qualquer chocolate de culinária, ou melhor, dá para o efeito. Quando estou num modo poupança uso o Pantagruel (não sei porquê mas é um chocolate que me sabe sempre ligeiramente a canela e eu adoro!).

Por último, temos o sal. Polvilhar os biscoitos com uma pitada de sal antes de irem ao forno faz toda diferença, parece que “abre” o sabor do chocolate, aliás, tal como faz com outros ingredientes (uma pitada de sal numas fatias de ananás ou meloa fica maravilhoso).

Depois de seguir todas as indicações, finalmente no sábado de manhã tive a oportunidade de experimentar o tão esperado perfect chocolate chip cookie. Há quem prefira comer os biscoitos ainda mornos, mas eu pertenço ao grupo que os prefere à temperatura ambiente. Retirei o primeiro tabuleiro do forno e pu-lo na varanda a arrefecer. Com o frio que estava arrefeceram num instante. Peguei num e dei uma primeira dentada. Estaladiço, claro. Uma segunda. Um misto, crunchy, soft, tal como esperava. Depois uma surpresa, uma “bolsinha” de chocolate que ainda não tinha tido tempo de solidificar, hmmm, mais chewy, mais crunchy, pedacinhos de chocolate mais estaladiços, outros mais cremosos… Fiquei completamente rendida. A textura é perfeita, o sabor é rico e intenso. Demora um bocado de tempo, é verdade, mas vamos lá trabalhar a capacidade de adiar a gratificação, garanto que não se vão arrepender!


Chocolate Chip Cookies (entre 12 a 14 biscoitos)

240gr de farinha sem fermento
½ c.chá de sal + umas pitadas para polvilhar sobre a massa antes de ir ao forno
½ c.chá de bicarbonato de sódio
1 c.chá de fermento em pó
140gr de manteiga sem sal
140gr de açúcar amarelo
80 gr de açúcar branco
1 ovo
1 c.chá de extracto de baunilha
200gr de chocolate em barra, picado grosseiramente (ou se preferirem pepitas de chocolate)

Numa tigela misture a farinha, o sal, o bicarbonato e o fermento. Misture bem e reserve.
Noutra tigela bata a manteiga com os açúcares até ficar tudo cremoso (3 a 5 minutos). Junte o ovo e bata bem. Adicione a baunilha e mexa. Junte a farinha aos poucos mexendo com cuidado. Por fim, adicione o chocolate e envolva tudo até os pedacinhos estarem bem distribuídos pela massa. Leve ao frigorífico pelo menos 12h, de preferência 36h. Quando for a altura certa, pré-aqueça o forno a 180ºC. Retire a massa do frigorífico e espere um pouco antes de moldar os biscoitos com a colher de gelado. A massa vai estar muito rija e ajuda mesmo se esperar. Encha então uma colher de gelado com massa e coloque sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal ou com um tapete de silicone. Não coloque mais do que 6 biscoitos de uma vez e deixe bastante espaço entre eles. Polvilhe com uma pitada de sal e leve ao forno durante 15 a 20 minutos.
Pin It Now!